4 Tendências gastronômicas para 2019

access_time 2019 · 01 · 04

O mundo dos pratos tem suas modas. Os chefs, bloggers e nós (consumidores) ditamos nossas preferências. A seguir, o mais interessante que está por vir este ano. Espero surpreendê-los.

Hoje, quero apresentar-lhes certos ingredientes e estilos de comida que serão muito populares em 2019. Também algumas ideias de pratos com vinhos. Não deixem de ver.

ensaladas

1. Muitas cores

Ultimamente todos estamos de dieta. Alguns dizem que deveríamos comer verdura e fruta, um pouco de grãos e frutas secas (veganos); outros aceitam ovos e mel (vegetarianos); e outros dizem que tudo deveria ser consumido cru (raw diet).

Também recebemos a influência das medicinas orientais, que postulam precisamente o oposto: “o metabolismo começa na panela”. Ou seja, todo, absolutamente todo alimento deve ser cozinhado para uma melhor digestão e assimilação de suas propriedades.

Por outro lado, temos as dietas dos carnívoros (paleolítica, primária, cetogênica “keto”, protocolo autoimune, etc.), onde devemos mastigar muita carne vermelha e verdura verde, sem esquecermos, claro, dos tomates, pimentões e batatas.

Para quem ainda não se decidiu sobre qual dieta seguir, para quem ainda não encontrou o equilíbrio perfeito, tenho uma excelente notícia: em 2019 surge a dieta PEGAN, uma mistura entre paleo (carnes e pescados, verdura, fruta fresca, frutas secas, azeite de oliva, azeite de coco, manteiga ghee, ovos) e a dieta vegana.

Neste caso, os alimentos que deveríamos evitar são os grãos com glútem (o trigo é muito inflamatório, inclusive para pessoas que não são alérgicas), a comida processada, o açúcar (apenas se recomenda o açúcar de coco e o mel) e os laticínios. Além disso, a PEGAN aconselha beber vinho com moderação. Podem respirar tranquilos.

bowl

Se faltar ideias para suas refeições PEGAN, aqui vão algumas sugestões: um almoço, janta e inclusive café da manhã muito famoso entre os bloggers é obuddha bowl. Escolham um alimento de cada grupo:

  • Carboidrato complexo: arroz, quinoa, batata doce, trigo sarraceno, painço, amaranto.
  • Proteína: ovos cozidos, atum, sardinhas, peito de frango salteado, feijões adzuki, grãos de bico, tofu, camarões salteados, ervilhas, lentilhas, roast beef.
  • Verduras (pode ser mais de uma): folhas verdes ou de alguma outra cor, quem sabe algo cozido como brócolis ou beterraba.
  • Sabor: salsinha, coentro, humus, molho picante de manteiga de amendoim (é suficiente acrescentar um pouco de molho shoyo e gengibre seco), abacate moído com tabasco, molho tahini, pesto de manjericão ou pesto vermelho de tomates desidratados.
  • Elemento crocrante: sésamo, sementes de girassol, amêndoas, nozes ou chia.

Dois conselhos: brinquem com os ingredientes como der vontade. Não tenham medo de comê-los aquecidos (o micro-ondas mata todos os nutrientes da refeição). Além disso, escolham um vinho versátil, fresco e complexo. Espero que com screw cap. Assim você garante que sua garrafa mantenha a mesma qualidade para várias refeições. Meus favoritos são: Devil’s Collection White, Casillero del Diablo Chardonnay e Trio Chardonnay.

2. Sabor da terra

Não se preocupem. Comer terra não entrará em moda. Porém, em 2019 vamos desfrutar de muitas variedades de champignons. Os chefes do mundo todo ficam loucos por suas texturas e sabores terrosos. Convido vocês a lerem o texto sobre pratos entre champignons e vinho. Lembram? Meu favorito para este ano será um simples patê de champignons e Casillero del Diablo Pinot Noir. Que sofram picadinhos na grelha com manteiga, um pouco de cebola picada, sal, pimenta e tomilho. Esfriem por uns 10 minutos. Logo com a processadora obterão uma textura cremosa. E voilá! Nos resta apenas preparar umas tostadas.

champiñones setas silvestres

3. Construção de tábuas

Entrará na moda todas essas refeições as quais convidam a família e os amigos: cafés da manhã, brunchs, almoços e jantas, como tábuas de queijos, embutidos, diferentes dips e tipos de pão (temos que colocar nossas mãos na massa), além de saborosas compotas (também caseiras, obviamente).

Eu preparo muitas tábuas em casa, especialmente no verão, quando faz calor e não tenho a menor vontade de cozinhar. Convido meus amigos e abro quatro vinhos de diferentes estilos para desfrutar e aprender sobre combinações: Casillero del Diablo Viognier, Casillero del Diablo Rosé e um tinto de volume médio como Devil’s Collection Red.

tabla

4. Substitutos

Basicamente falamos dos clássicos da gastronomia, porém preparados sem grãos e lácteos. Por exemplo, massa de pizza de couve-flor, espaguete de abóbora italiana, arroz de couve-flor, fritas de batata doce, pipocas crocantes de grão de bico e sorvetes de banana e abacate. O truque é conservar a fisionomia ou o estilo do prato, porém utilizando ingredientes sadios, ricos em proteínas e com menor índice calórico.

Estas receitas, tão na moda, podem conservar um estilo bem gourmet. Por exemplo, podem utilizar macarrão “de vidro” japonês, elaborados com amido de batata doce (em quase todas as dietas as batatas doces estão permitidas, pois são de baixas calorias e índice glicêmico). Também podem preparar um prato coreano chamado japchae, que inclui alho, azeite de sésamo, cebolinhas, champignons, pimentões, cenouras e sementes de sésamo, tudo salteado em wok e condimentado com molho shoyo. Realmente delicioso com Casillero del Diablo Pinot Grigio ou Rosé.

Que tenham um maravilhoso 2019, repleto de sabores, pratos perfeitos e descobertas no mundo do vinho e da gastronomia!}

japchae

 

 

Compartilhar

É maior de idade?

Sentimos muito,

Você não pode acessar o conteúdo do site se você não for maior de idade.