6 harmonizações perfeitas para desfrutar o Merlot

access_time 2018 · 10 · 26

O Merlot é uma dessas uvas que realmente nos permite desenvolver uma infinita lista de pratos e sabores para combinações. Convido vocês a prepararem uma deliciosa receita e abrir seu Merlot favorito.

Frutado. Assim poderíamos descrever o Merlot em apenas um termo. Seus aromas predominantes são: morango, framboesa, ameixa e cereja. Porém tem muitas outras faces. Pode ter um lado mais fresco ou complexo, dependendo do clima e dos solos onde cresce. Por exemplo, o Marques de Casa Concha Merlot é um vinho bem fino, de corpo médio e com uma acidez bem pronunciada, enquanto o Casillero del Diablo Merlot caminha pelo lado mais volumoso e com características de frutas. Tem um corpo voluptuoso, porém a flexibilidade e suavidade de seus taninos nos permite bebê-lo sem demora.

O Merlot, além disso, é uma uva bem versátil na hora das combinações. Porém atenção! Parece corpulento, porém não é tanto. Tratem-no com delicadeza. Evitem os molhos bem pronunciados que atentem contra seu carácter aveludado e redondo. Prefiram molhos de berries ou reduções com o mesmo vinho. Favoreçam os pratos leves, finos e saborosos, que realçarão a suavidade dos taninos. Não se preocupem. Há um leque amplo de opções gastronômicas a sua disposição.

1. Massas

Esta variedade está absolutamente feita para acompanhar massas e pizzas. Na cozinha italiana se encontram molhos atomatados com ragù ou almôndegas de carne, com muito manjericão e orégano. Também se atrevam a provar massas com vários queijos, como o clássico quatro queijos ou macaroni and cheese. Em casa eu abro o Trio Merlot com uns fetuccini com pesto caseiro. É uma delícia. Tampouco se esqueçam da Moussaka grega ou lasanha.

Casillero Merlot pasta

2. Carnes

Novamente o Merlot é bem versátil e serve para acompanhar muitas proteínas, desde pescados oleosos (salmão ou atum) e aves até carnes vermelhas. Tudo depende do prato e dos sabores. No caso dos pescados, escolham a grelha para dar uma extra capa de sabor para um vinho tinto. Já para carnes vermelhas deem preferência a caçarola. Além disso, esta uva adora todas as receitas com carne moída. Um hambúrguer gourmet e o Casillero del Diablo Merlot pode ser um sonho para nosso paladar.

3. Verduras e bocadillos

Se não tiver ideia do que preparar para um aperitivo e muito menos qual vinho abrir, não se compliquem além da conta. Estejam prontos com uma garrafa de Merlot e uma tábua de charcuteria e queijos maduros como Gruyère ou Cheddar. Pessoalmente adoro o salame com Merlot. Provem e depois me contem se tenho razão.

Trio Merlot picoteo

Por outro lado, verduras e legumes grelhados (abóboras, batata-doce, cebola, pimentões, berinjela, tomate, champignons, etc.) são uma opção bem natural. Podem ser um excelente acompanhamento para carne, parte de uma salada ou um prato vegetariano. Ponham um molho marinara com as verduras grelhadas e terão um ratatouille desconstruído. Não se esqueçam: os vegetais grelhados e defumados se amam com o Merlot.

4. Picante

Pelo motivo do Merlot ter uma doçura natural marcante, acompanha muito bem os pratos temperados ou picantes, como um Tex-Mex chili com carne, um indiano frango tikka masala, um curry tailandês ou uma jambalaya crioula. Um conselho: se tiver afim de um prato picante, porém não tem tempo para cozinhar algo oriental, escolham sua proteína favorita, como um frango em cubos à chapa, e acrescentem uma pitada de merquén chileno. Esta fabulosa especiaria mapuche levanta o prato. Confere uma ardência interessante e sabores mais profundos. Cai perfeitamente com Trio Merlot, que além disso conta com porcentagens de Syrah e Carmenere.

5. Forno

Literalmente cai muito bem com quase todo tipo de pratos ao forno, como pernas de frango, peru de natal, costelas de porco, pato e bolo de carne (meatloaf). Meu truque é sempre por umas folhas de louro e ramos de tomilho e alecrim por cima, além de algumas azeitonas verdes e pretas. Este prato com Merlot é muito delicioso.

Brochetas-Casillero-Merlot

6. A chave de ouro

Por último, se tiver a chance de conservar uma colheita mais antiga de Marques de Casa Concha, preparem um prato mais gourmet. O vinho merece. Pode ser um cordeiro ao forno ou um filete Wellington. Podem acompanhar a carne bovina com molhos que contenham tomilho, champignons silvestres, trufas e berries silvestres. Assim é assegurado que os aromas e sabores interpretem uma verdadeira sinfonia.

 

 

 

Compartilhar

É maior de idade?

Sentimos muito,

Você não pode acessar o conteúdo do site se você não for maior de idade.