Concha y Toro

Ania Smolec 09/03/2017

Alho elefante do arquipélago mágico de Chiloé

Compartil

Os colonizadores espanhóis trouxeram o alho para a América. Mas só em Chiloé o alho evoluiu para o que hoje conhecemos como o alho elefante, de propriedades tão mágicas como a ilha do sul do Chile. Convido vocês para conhecerem mais desse produto, além de alguns deliciosos pratos e as harmonizações com vinho.

O alho pertence à mesma família da cebola, a chalota (típica do sul do Chile), o alho-poró e a cebolinha. O produto vem das Ásia Central e começou a ser consumido há mais de 7.000 anos. Hoje é usado em todas as cozinhas do mundo. Como imaginar alguns pratos italianos, franceses, alemães, tai, indianos ou chineses onde o alho não tenha um papel de protagonista? No Chile o refogado de alho e cebola (com uma pitada de cominho e pimenta de cor) é a base da gastronomia, desde sopas e guisados até carnes e tortas salgadas.

Apesar de que comer alho cru pode ser meio inconveniente, ainda mais se temos entrevistas de trabalho, o alho é um produto altamente recomendado por suas propriedades saudáveis, como fonte de vitaminas e minerais. E até mesmo no Egito Antigo era aplicado como medicamento. Hoje os cientistas confirmam suas propriedades antivirais e antibacterianas. Também é importante na prevenção do câncer. Há séculos a nossas avós nos fazem (ou faziam) comer um dente de alho para curar resfriados.

Ajos chilotes y ajo blanco | CC Lin linao
Alhos chilotes e alho branco | CC Lin linao

A planta do alho chilote (de Chiloé) é bem maior do que a comum. Por isso se chama alho  elefante. Um dente de alho chilote tem o tamanho parecido a uma chalota. A parte que consumimos são os bolbilhos ou dentes, que tem a cor amarela e a textura bem cremosa.

Para descobrir o alho chilote convido vocês para esse arquipélago maravilhoso do sul do Chile, que está formado pela conhecida Isla Grande e várias ilhas pequenas que podem ser visitadas facilmente através de barcos. Com certeza a grande razão para viajar a esta parte do Chile é sua natureza virgem e endêmica, que cativou até mesmo  Charles Darwin.

Mas eu gostaria de convidar vocês para descobrir as maravilhas do patrimônio cultural de Chiloé. O arquipélago apresenta uma prolífica riqueza folclórica, como sua música e danças, mas acima tudo sua arquitetura religiosa. Em vários lugares, entre elas Castro, Ancud, Dalcahue e Achao, você pode visitar igrejas dos séculos XVII e XIX. Construídas com madeira (algumas até utilizam tarugos em vez de pregos), mostram cores vibrantes e são Patrimônio da Humanidade da UNESCO.

Iglesia de Tenaún. Isla Grande de Chiloé | CC Robert Gould
Igreja de Tenaún, Chiloé | CC Robert Gould

Ao viajar para Chiloé, você tem que experimentar a gastronomia regional, onde o alho se destaca pelos seus sabores particulares e textura deliciosa. Hoje é tão apreciado que frequentemente o encontramos nos grandes mercados. É mais suave e elegante que o alho comum, mas ainda assim tem muito caráter. Sua harmonização com vinho depende principalmente da proteína principal do nosso prato, modo de preparo e acompanhamentos.

Se você preparar uma torrada simples com manteiga, alho, sal grosso e salsinha (meu remédio para resfriado), isso pode ser uma tira-gosto perfeito ou snack para abrir o apetite. Esse delicioso aperitivo, tão simples e tão gourmet, é recomendado para servir com um vinho fresco como o Casillero del Diablo Sauvignon Blanc. Mas se você quiser acrescentar um queijo fresco e ervas finas, isso dará mais peso na preparação. Então abra um Casillero del Diablo Rosé.

tostadas ajo

Um dos meus pratos favoritos, que preparo quando alguns amigos aparecem de surpresa, é o linguini com alho cru picado, azeite de oliva e queijo parmesão. Adoro essa receita com o Casillero del Diablo Chardonnay. Ou no verão não tem nada mais refrescante que uma sopa provençal pistou com base de manjericão fresco, alho cru e azeite de oliva. É um prato que fica  maravilhoso com Casillero del Diablo Devil’s Collection White

Mas hoje quero convidar vocês para conhecerem uma receita muito fácil, mas ao mesmo tempo deliciosa e elegante.Trata-se de um frango com alho chilote que sempre sirvo com batatas (se puder, da mesma ilha, onde existe mais de uma centena de variedades). Esse toque terroso das batatas fica realmente muito bom com Casillero del Diablo Pinot Noir.

Frango com Alho Chilote

Pollo con Ajo ChiloteIngredientes para 4 pessoas

  • 4 pés de frango com pele
  • 8 batatas chilotas pequenas (de cores e variedades diferentes)
  • 1 cebola roxa grande
  • 1 cabeça de alho chilote
  • 4 raminhos de tomilho
  • 1 limão
  • ½  xícara de azeite de oliva extra virgem
  • 2 colheradas de vinagre balsâmico
  • Sal grosso e pimenta recém moída

Preparação

  1. Pré-aquecer o forno a 200 graus.
  2. Colocar o frango, as batatas, a cebola, o alho, o tomilho e o limão em uma panela. Colocar o azeite e o vinagre e misturar tudo com a mão.
  3. Temperar com sal e pimenta.
  4. Colocar a pele do frango para cima
  5. Assar até que o frango esteja dourado e cozido, por aproximadamente 50 minutos.