Alta cozinha em casa

access_time 2020 · 06 · 19

Eles são famosos por sua trajetória e seus restaurantes com estrelas Michelin. Mas hoje, da casa deles e através do Instagram, eles compartilham receitas para levar a alta cozinha até a sua própria casa. Quem são eles e quais as melhores receitas que eles propõem? Vamos descobrir a seguir.

  • Alain Passard 
alain-passard
Ph: Douglas McWall

É o ousado chef por trás do restaurante três estrelas Michelin L’Arpège, que em 2001 fez uma mudança radical após ter eliminado todas as carnes do cardápio, transformando sua proposta em uma cozinha baseada em vegetais. Desde então, conseguiu algo que provavelmente nenhum outro restaurante no mundo pode dizer: seu abastecimento de vegetais é completamente autossuficiente graças a uma horta orgânica de 10 hectares. Lá colhem diariamente os produtos que serão oferecidos no almoço ou no jantar. Apesar de o L’Arpège ter voltado a servir carnes, os pratos de Alain Passard que mais chamam a atenção são à base de vegetais, e o chef tem compartilhado em sua conta do Instagram @alain_passard muitas receitas para preparar em casa, como estas delicadas lâminas recheadas de beterraba. Cozinhe a beterraba em água quente e deixe esfriar. Para o recheio, pique alho, cebola, funcho, cebola échalote, ervas frescas e tempere com flor de sal e azeite de oliva. Com uma mandoline, corte a beterraba em lâminas. Coloque uma porção do recheio sobre a metade de cada lâmina e dobre a lâmina ao meio, cobrindo o recheio. Em seguida, prepare um molho com limão siciliano, azeite de oliva, ervas e flor de sal e pincele as beterrabas. Se quiser, adicione pimenta e queijo parmesão. Sirva com um ovo mollet (cozido por 5 minutos) como prato de entrada. Um vinho branco crocante como o Terrunyo Sauvignon Blanc acompanhando o prato ajudará a limpar o paladar após a gordura do ovo, elevando as notas frescas da beterraba e ácidas do limão.  

envueltos-de-betarraga
  • Jason Atherton 
jasonatherton

Atherton foi o primeiro chef inglês a fazer estágio no mítico restaurante espanhol de cozinha molecular, o El Bulli. Essa experiência marcou sua paixão pela cozinha de alto nível, levando-o a trabalhar durante anos com Gordon Ramsay e, depois, a abrir seus próprios restaurantes com estrelas Michelin: o Pollen Street Social, o Social Eating House e o City Social, em Londres. Recentemente, foi também apresentador do programa de televisão The Chef’s Brigade, da BBC. Da cozinha de sua casa, Jason (@_jasonatherton no Instagram) tem preparado mais de 50 receitas muito didáticas a base de vários tipos de produtos, como o delicioso couscous ao curry com frango e queijo feta. É um prato fresco, leve, cheio de contrapontos e texturas. Primeiro, uma base de lâminas finíssimas de tomate; sobre elas, um couscous hidratado com caldo de curry, misturado em seguida com verduras como brócolis, cebola, abobrinha e ají. Sobre o couscous, pedaços de frango assado com mel, o molho do frango assado, queijo feta em pedacinhos e parmesão ralado, rabanete, ervas frescas e azeite de oliva. Este prato é ideal para ser compartilhado entre quatro pessoas e harmoniza tanto com brancos ou tintos condimentados como o Terrunyo Carménère. Você se animou a experimentar?

jasonatherton

 

Dabiz Muñoz 

dabiz

Destemido, original e divertido. Assim é este jovem chef espanhol, fundador dos restaurantes StreetXo e DiverXo, um templo gourmet de três estrelas Michelin que atrai quem quer provar novas experiências culinárias. Seu forte é a fusão da culinária mediterrânea com a cozinha chinesa e a japonesa, criando lanches vanguardistas cheios de sabor. Com esse mesmo espírito criativo, Dabiz Muñoz tem compartilhado tutoriais (em seu Instagram @dabizdiverxo) de receitas inovadoras que são ideais para criar um momento único em casa. Tem desde espaguetes suculentos com vôngoles, coco e café, até tacos de milho com costela assada de porco. Primeiro, é preciso cozinhar a costela em um caldo (água, cebola, tomate, cenoura, alho-poró, açafrão, vinho branco e alho frito com casca) em fogo muito baixo durante duas horas, até ficar macia. Deixar esfriar. Em seguida, preparar um molho com ketchup, suco de limão, raspas da casca do limão, orégano fresco e um jorro de água tônica. Pincelar as costelas com o molho e levar ao forno a 180 graus até a carne ficar suculenta e caramelizada. Cortar cebola roxa em fatias muito finas. Preparar um molho raita misturando iogurte grego com azeitonas verdes picadas, ciboulette, cominho, azeite de oliva, mostarda, ají, alho e limão. Em uma tortilha de milho servir pedaços da carne com um pouco do caldo, raita, cebola roxa e saborear! Não esqueça de acompanhar com o Terrunyo Cabernet Sauvignon para realçar ao máximo esta experiência.

dabiz

 

Simone Zanoni 

simone

É o chef executivo do renomado restaurante Le George, em Paris, e o único chef italiano na França que possui duas estrelas Michelin. Seu forte é a alta gastronomia moderna, que ele oferece após ter transferido o conceito de uma tratoria para dentro de um hotel cinco estrelas. Suas receitas de cozinha italiana pura são as que ele compartilha também em sua conta do Instagram @chefzanoni_simone, apesar de a influência francesa ser perceptível em pratos como o magret de pato com purê de batatas. Esta receita, que harmoniza perfeitamente com o Terrunyo Malbec, não requer muitos ingredientes nem muito tempo de preparo, e seu resultado é excepcional. São necessários 200 gramas de magret de pato por pessoa, um quilo de batata (para 6 pessoas), leite, creme de leite fresco, manteiga, alecrim fresco, dentes de alho, sal e pimenta. Para o magret: faça vários cortes diagonais na camada de gordura do pato e tempere com sal. Em seguida, leve o magret a uma frigideira fria, a fogo baixo e com a gordura virada para baixo. Descarte a gordura à medida que ela for derretendo. Quando a pele estiver crocante, vire a carne e acrescente o alecrim, os dentes de alhos com casca e a manteiga. Enquanto isso, cozinhe as batatas com casca até ficarem macias. Descasque e esmague rapidamente. Acrescente manteiga, sal e misture a quente em uma frigideira. Quando estiver suave, aqueça o creme de leite fresco e misture-o com o purê em um processador até ficar muito cremoso. Corrigir o sal se necessário. Quando atingir o ponto desejado de cozimento da carne de pato (o ideal é no ponto), deixe-a descansar para ficar suculenta. Corte-a em fatias, sirva com o purê, abra sua garrafa de Terrunyo e desfrute!

simone

 

 

Compartilhar

É maior de idade?

Sentimos muito,

Você não pode acessar o conteúdo do site se você não for maior de idade.