Concha y Toro

Ania Smolec 06/03/2015

Cabernet Sauvignon, um clássico que nunca cai de moda

O Cabernet Sauvignon é conhecido como o rei das variedades tintas. Um vinho de corpo potente, complexo e com um alto potencial de guarda.

Compartil

O Cabernet Sauvignon é conhecido como o rei das variedades tintas. Quando é plantado em condições adequadas, como no Maipo Alto, dá como resultado um vinho de corpo potente, complexo e com um alto potencial de guarda.

É o companheiro perfeito para carnes vermelhas, mas também vai muito bem com inúmeras preparações. À continuação, queremos recomendar uma deliciosa harmonização para um clássico chileno, como é o Terrunyo Cabernet Sauvignon.

Esta cepa (tipo de uva) tem suas raízes na França, na região de Bordeaux, apesar de que podemos encontrar Cabernet Sauvignon em quase todas regiões vitivinícolas do mundo. Sob diferentes condições de clima e solo, o Cabernet Sauvignon desenvolve muitas facetas. No Chile, o Cabernet Sauvignon reina desde o século XIX, mas sem dúvida encontrou seu lar no Vale do Maipo, nos declives da majestosa cordilheira dos Andes.

Apesar do Cabernet Sauvignon possuir uma boa capacidade de adaptação a diferentes terrenos, requere-se certas condições de solo e clima para demonstrar seus melhores atributos. Prefere os solos puros e com boa drenagem. O Terrunyo Cabernet Sauvignon é elaborado com uvas cultivadas no vinhedo de Pirque Viejo, no Maipo Alto, onde o solo é aluvial, com muitas pedras na superfície e com um subsolo de cascalho. Este perfil de solo, junto com o clima do Maipo Alto, são fatores chave para obter um Cabernet Sauvignon de grande qualidade.

Esta variedade tem uma acidez natural bem gostosa, mas o terroir do Maipo Alto potencializa estas características. A brisa que vem das montanhas permite refrescar a fruta durante a temporada de amadurecimentos, permitindo colher um fruta com um equilíbrio perfeito entre açúcar e acidez. Em Pirque, durante o verão, quando amadurecem as uvas, as temperaturas durante o dia são bastante altas, mas à noite caem abruptamente, provocando oscilações de até 20º C.

Um clássico Cabernet Sauvignon desenvolve as notas de seus “pais” (lembremo-nos que ele nasce do cruzamento das variedades Cabernet Franc e Sauvignon Blanc). Do Cabernet Franc herda seus aromas de groselhas negras, e do Sauvignon Blanc, esse caráter herbáceo que refresca sua fruta. Durante o processo de envelhecimento, aumentam as notas nobres de couro, tabaco, cacau e inclusive trufas. O Terrunyo Cabernet Sauvignon seduz com aromas de groselha negra, cassis, chocolate, pimenta e grafite. Com o envelhecimento, e dependendo das características da colheira, se potencializam as notas de ameixas, ameixas secas, cedro, especiarias e café.

Maridaje Cabernet Souvignon-01

O Terrunyo Cabernet Sauvignon é um vino de grande corpo e um bouquet muito expressivo, e portanto exige um prato com um certo peso. Do contrário, o vinho, com todos os seus aromas, taninos e nível de álcool, cobre absolutamente toda a receita, especialmente se você optou por peixes ou legumes. Se você é vegetariano, inclua em sua receita champignon, beringela, feijão preto e especiarias que podem contribuir com algum “peso” para a receita.

O Cabernet Sauvignon é a resposta para muitos de seus pratos favoritos de carne: bife, hambúguer, cozidos, gulash, cordeiro e até mesmo pato. As proteínas e as gorduras da carne vermelha vão vem com o Cabernet Sauvignon, enquanto que suas notas de frutas negras permitem harmonizar com vários molhos de cores escuras, como de ameixas, mirtilos, reduções de vinho ou champignon.

Um Cabernet Sauvignon jovem pode ser servido simplesmente com carnes assadas na brasa, guisados ou empanadas. As antigas colheitas de Cabernet Sauvignon se harmonizam bem com ingredientes mais complexos como o patê (prove o de javalí), cordeiro, filé mignon ou carnes de caça. Pode ser um belo jogo de sabores clássicos acompanhá-lo com um magret de pato ou confit de pato. Se você não pode imaginar seu cardápio sem uma massa, considere alguns ravioles com champignon, massa com oliva de trufa ou lasanha bolonhesa com uma deliciosa carne picada.

Mas, nossa harmonização favorita é com ragu de carne bovina, porque esta receita francesa realçará os deliciosos sabores do Terrunyo Cabernet Sauvignon. Os clássicos se entendem entre si!

 Ragu de carne bovina

Ingredientes para 4 pessoas

  • 1 kg de carne bovina
  • 50 g de manteiga
  • 2 cenouras
  • Sal e pimienta recém moída
  • 2 cebolas
  • 1 colher de farinha
  • 1 bouquet garni (conjunto aromático de ervas)
  • 2 dentes de alho
Ragout

Modo de Preparação

  1. Cortar as cenouras em cubinhos e picar a cebola.
  2. Cortar a carne en cubos.
  3. Derreter a manteiga numa frigideira e refogar a carne junto com as cenouras e as cebolas.
  4. Acrescentar o sal e pimenta.
  5. Uma vez que a carne e a cebola estejam douradas, polvilhar com farinha e deixar dourar um pouco mais.
  6. Acrescentar o caldo ou água, o bouquet garni e o alho.
  7. Cozinhar lentamente por 2 horas.
  8. Retire os pedaços de carne e coloque-os numa frigideira com batatas. Retire a gordura e derrame o molho.
  9. Deixar o prato coberto, no forno. (deve ser mais 1 hora)
  10. Servir imediatamente