Chardonnay da Concha y Toro em Wine Enthusiast

O reconhecido site publicou um interessante artigo sobre os clones de Chardonnay ao redor do mundo e a Concha y Toro participou do mesmo através de seu enólogo, Marcelo Papa. 

Na publicação Wine Geek’s Guide to Chardonnay Clones Around the World, Sean P. Sullivan analisa com destreza, citando especialistas do mundo inteiro, o papel desempenhado pelos clones na hora de dar vida aos distintos estilos de Chardonnay. 

Marcelo Papa participou do artigo como uma referência no que diz respeito à produção vitivinícola do Novo Mundo. O enólogo da Concha y Toro, consultado sobre a importância dos clones, assegurou que para ele “muito, mas muito mais importante que o clone é o lugar. Dez a zero.” Além disso, enfatizou o papel fundamental do porta-enxerto: “Se me oferecem cinco bons clones de Chardonnay: 76, 95, 548, uma seleção massal, o que for… Eu escolherei o porta-enxerto.” Marcelo explicou que isto se deve à forma na qual o porta-enxerto interage com o solo. Também acrescentou: “Durante muitos anos estivemos observando o clima, que é importante. Estivemos observando o material clonal, porém nos esquecemos do vaso.”

Alinhado com a opinião de Marcelo Papa, Sullivan finaliza sua nota com a seguinte reflexão: “talvez algum dia, como os clones, os nomes de porta-enxertos também apareçam nos rótulos de vinho.”

Para ler o artigo completo, clique aqui 

Compartilhar

É maior de idade?

Sentimos muito,

Você não pode acessar o conteúdo do site se você não for maior de idade.