Degustação às cegas em sua casa

access_time 2014 · 10 · 24

Você gosta de experimentar vários vinhos? Gosta de falar sobre eles e descrevê-los? Você se reúne com seus amigos para provar algum rótulo ou safra nova? Se você é um amante de vinhos, o seguinte passo para desenvolver suas habilidades é fazer uma degustação às cegas.

Não se confunda. Degustar às cegas não significa colocar uma venda nos olhos. É simplesmente degustar um vinho sem ver seu rótulo, sem ter informações sobre a cepa (tipo de uva), estilo ou origem, e somente deixar-se levar pelos seus sentidos, experiência e conhecimentos. O que você pode ganhar com este exercício? Além de se divertir muitíssimo, claro, colocar à prova suas habilidades, estar com os amigos e debater com eles.

copas-Concha-y-Toro

A decisão mais importante é o formato da degustação. Para começar, recomendamos que você se concentre entre três e seis vinhos diferentes. Caso sejam muitos vinhos, o seus sentidos se cansam e existe o risco de perder a perspectiva. Evite também misturar brancos e tintos. Estes vinhos possuem diferentes aromas e estilos de vinificação. É melhor se concentrar em um grupo mais homogêneo e descobrir suas particularidades através de seus sentidos.

Um dos formatos mais clássicos é a degustação vertical. Para isto temos que escolher um vinho, por exemplo, o Terrunyo Syrah, e degustar diferentes safras ou colheitas. O normal é começar pelos vinhos mais jovens até os mais antigos, para poder sentir como evoluíram no tempo. Outro formato mais habitual é a chamada degustação horiontal. Neste caso não escolhemos um vinho determinado, e sim uma região, zona ou denominação de origem. Por exemplo, Terrunyo Carmenere, Marques de Casa Concha Merlot e Marques de Casa Concha Carmenere, todos eles provenientes de Peumo, do Vale do Cachapoal.

Outra forma fabulosa e educativa de degustação é a escolha de uma mesma variedade de uva, mas de várias denominações. Assim podemos ver como a cepa se comporta e se desenvolve sob diferentes condições. Descubra os aromas que diferem, por exemplo, um Cabernet Sauvignon de Puente Alto (Marques de Casa Concha), de Pirque (Terrunyo) e outro de Marchigüe (Gran Reserva Serie Riberas). Você também pode brincar com cepas diferentes através de uma mesma linha de vinhos, como o Casillero del Diablo Sauvignon Blanc, Pinot Grigio, Chardonnay e Viognier.

No dia da degustação você debe resfriar os vinhos à temperatura adequada e, antes de servi-los, obviamente, deve cobrir seus rótulos, para que os convidados não possam ver a informação essencial sobre os vinhos. Você pode utilizar algumas sacolas de tecido, papel alumínio ou mesmo guardanapos. Logo depois, marque as garrafas com rótulos em ordem alfabética (a, b, c, etc) ou com números (1, 2, 3…).

Cada garrafa de 750ml serve entre 6 a 12 porções de degustação, dependendo do tamanho da taça. Se você espera mais de 12 pessoas, é possível que você queira ter 2 garrafas de cada vinho. Organize sua degustação para que seus convidados caminhem desde o os vinhos mais simples aos vinhos mais complexos. Esta ordem lhe ajudará a apreciar de forma melhor os aromas e características. A idéia é aprender mais sobre o vinho, não é?

Cata

As taças para a degustação devem ter a forma de tulipa e devem ser grandes o suficiente para mexer o vinho e oxigenar o mesmo, a fim de que expressem seus aromas. Por último, não se esqueça de colocar sobre a mesa um pouco de água e pão para limpar o paladar. Os convidados podem enxaguar as taças entre cada vinho. Se você deseja ter mais opções, escolha os alimentos que possam limpar o paladar sem encobrir os aromas dos vinhos.

Antes da degustação, evite usar perfume, beber café e comer chocolate ou produtos aromatizados com menta. Evite fumar também. Assim você garante que o nariz e a boca estejam em perfeitas condições para apreciar os vinhos da melhor maneira possível. Se sua preocupação é que a quantidade de vinho seja muita para seus amigos, também temos um conselho para você. Inclua uma cuspideira. Você pode utilizar um recipiente plástico, de vidro ou cerâmica.

Quanto à dimensão educativa da degustação às cegas, prepare para cada pessoa uma folha de papel e uma caneta. Você não precisa ser especialista para ter boas observações e comentários. Depois de provar, a discussão será mais fácil e eficaz se os degustadores possam usar suas anotações, notas e comentários. Não pense se suas opiniões estão corretas ou não. Se pergunte se você gosta, e porquê. Esta é a melhor nota de degustação, pois é a sua opinião. Aprenda desfrutando do vinho.

Compartilhar

É maior de idade?

Sentimos muito,

Você não pode acessar o conteúdo do site se você não for maior de idade.