Concha y Toro

Ania Smolec 10/01/2017

Descobrindo aromas cítricos no vinho

Compartil

Os aromas de frutas cítricas, que são fáceis de reconhecer nos vinhos brancos, nos lembram o verão. Vamos conhecer os mais comuns e aprender sobre como essas notas se expressam nos vinhos.

Não existe uma só fruta que representa a família dos cítricos, e sim muitos aromas que tentam ganhar protagonismo nos vinhos. Algumas são muito ácidas e refrescantes, enquanto outros apresentam um perfil mais doce ou ligeiramente amargo. Se organizamos esses vinhos dos mais frescos aos mais intensos, a ordem poderia ser: lima, limão, limão tahiti, mexerica, poncã, laranja, tangerina, toranja, toranja rosada, laranja vermelha.

citrus viognierAo ter na mão uma fruta cítrica tente reconhecer e se familiarizar com o perfume da polpa, deliciosa e suculenta, mas além disso sinta o cheiro das cascas e algumas de suas preparações como a torta de limão, merengue de limão, bolo de laranja, etc.

E os aromas cítricos em vinhos? As notas ou componentes aromáticos que reconhecemos nos vinhos são transportados por moléculas. Por exemplo, uma molécula de aroma de mexerica está presente tanto na mexerica – em maior proporção que em outras frutas- mas também em alguns vinhos.

A mencionada família de aromas de frutas cítricas é muito fácil de encontrar em várias cepas brancas e cada uma delas tem um perfil característico. À seguir apresento as cepas brancas mais conhecidas e as notas cítricas que podem ser reconhecidas nesses vinhos:

Aromas-citricos Port

Mas como aprendemos em outros artigos, a  vinificação e o terroir também influenciam no bouquet final do vinho. Por exemplo, nos vales litorâneos do Chile, como Casablanca ou Limarí, os aromas dos vinhos são sempre frescos e marcados com um toque de limão, limão tahiti ou toranja branca, como no caso do Casillero del Diablo Sauvignon Blanc.

Por outro lado, os vinhos elaborados em barris de carvalho, como o Casillero del Diablo Chardonnay, não estão somente marcados pelas especiarias e tons tostados da madeira, mas também desenvolvem notas de frutas de cor laranja, mais doces e complexas que o limão, entre elas a toranja e mexerica.

Como vocês já sabem, as uvas brancas não são usadas somente para elaborar vinhos brancos secos. Um exemplo de outro estilo de vinho é o espumante Casillero del Diablo Devil’s Collection Brut. Lembrem que esses vinhos tem uma vinificação especial que permite ao enólogo obter borbolhas através de uma segunda fermentação. A cepa principal do nosso espumante é um Chardonnay que apresenta aromas de limão e toranja amarela.

citrus notes chardonnay

Várias vezes eu já disse que amo os vinhos rosé e em especial o Casillero del Diablo Rosé. Sim, é verdade, nesses vinhos também encontramos notas cítricas. Por que? Porque são feitos de cepas tintas como o Shiraz – no caso desse vinho-, mas que são vinificadas como brancas, com uma maceração muito curta do suco com as  cascas. Por isso nos vinhos rosé é possível reconhecer notas cítricas como toranja rosada, laranja vermelha, mexerica ou poncã.

Essa família de aromas cítricos nos traz também harmonizações interessantes que podemos facilmente aproveitar em várias receitas. Hoje apresento para vocês um prato muito fácil de preparar, onde os limões amarelos são protagonistas e se complementam com as notas do vinho: frango assado com limões e Casillero del Diablo Devil’s Collection White. Aproveitem.

pollo al limon

 Frango assado com limões

Ingredientes para 4 pessoas

  • 4 peitos de frango sem pele
  • 4 dentes de alho, descascados e picados
  • 1 xícara de azeite de uva
  • 4 colheradas de suco de limão recém feito
  • 1 colherinha de tomilho fresco
  • 1 colherinha de orégano seco
  • 1 colherinha de alecrim seco
  • 1 colherinha de sal
  • 1/2 colherinha de pimenta-do-reino recém moída
  • Rodelas de 1 limão amarelo fresco

Preparação

  1. Pré-aquecer o forno a 220 C
  2. Em um recipiente misture o alho, azeite, suco de limão e ervas. Reserve.
  3. Verta a mistura em uma fôrma e coloque os peitos de frango na parte superior, em uma camada uniforme.
  4. Usar um pincel culinário para pincelar a mistura de azeite e ervas em todos os peitos de frango até que estejam completamente cobertos, por ambas partes.
  5. Salpicar cada peito de frango uniformemente com uma generosa pitada de sal e e pimenta e rodelas de limão.
  6. Levar ao forno por 5 minutos. Retirar o recipiente do forno e pintar o frango novamente com a mistura de azeite.
  7. Levar de volta ao forno por mais 5 minutos, retirar e pincelar.
  8. Deixar assar por mais 5 minutos, e repetir esses passos até que o frango esteja bem cozido e já não esteja rosado (o frango é assado durante 25-30 minutos no total). Caso você utilize um termômetro de cozinha para medir a temperatura, a parte mais grossa do peito deveria estar a aproximadamente a 70 °C.
  9. Caso você queira que o frango fique um pouco mais crocante e dourado na parte superior, coloque o forno em temperatura alta durante os últimos 3-5 minutos e  deixe assar até que esteja bem cozido e dourado na parte superior.
  10. Fique de olho para evitar que a carne fique muito cozida e/ou queime.
  11. Uma vez que o frango estiver cozido, retire do recipiente e pincele novamente o frango com a mistura de azeite.
  12. Cubra o recipiente com papel alumínio e deixe repousar durante 5 minutos. Servir com batatas de primavera e/ou aspargos cozidos.