O Malbec dos vales chilenos

Por: Paola Peñafiel

Periodista de Concha y Toro en México

access_time 2019 · 12 · 16

Embora menos conhecido que nosso popular Cabernet Sauvignon, esta variedade é plantada nos vales centrais de nosso país obtendo vinhos de grande qualidade. Se a isto somamos que a safra 2018 foi considerada uma “safra extraordinária” com vinhos que alcançaram sua máxima expressão, você não pode deixar de conhecer os vinhos Concha y Toro Malbec que aqui apresentaremos.

Quando ouvimos falar de Malbec associamos imediatamente com a Argentina, uma vez que desde que chegou ao país transandino em meados do século XIX se converteu em sua cepa símbolo. No entanto, pode ser encontrado em vários países do Novo Mundo como Estados Unidos, México, Austrália, Nova Zelândia e Chile. 

Esta cepa tinta e nobre é proveniente da região francesa de Cahors no centro-sul do país, onde é conhecida como Auxerrois ou Côt, embora também seja plantada e goza de popularidade em outras regiões do país francês. O nome Malbec teria sido dado em homenagem a um viticultor húngaro de sobrenome Malbeck que introduziu a cepa na zona de Bordeaux.

No Chile, a maioria das variedades nobres europeias chegaram na década de 40 e 50 de 1800, graças à abertura política, cultural e econômica e ao interesse da classe alta chilena pela Europa e, especificamente, pela França em termos de arte e vinho. 

Sua uva é de casca fina e necessita mais sol e calor que o Cabernet Sauvignon ou o Merlot para amadurecer. Seus vinhos se caracterizam por serem de cor violeta, escuros, substanciosos e com taninos abundantes. Aromaticamente é frutado e expressivo, com a ameixa quase sempre presente. No entanto, suas características finais irão depender do terroir onde é produzido, se é um vinho jovem ou se possui meses de guarda.

Os vales chilenos para um grande Malbec

Para a Viña Concha y Toro, os vales de Colchagua e do Maule são as terras que melhor acolhem a variedade Malbec já que possuem as condições climáticas ideais para obter vinhos de excelente qualidade. O clima mediterrâneo destes vales, somado a uma estação seca prolongada e solos argilosos, oferece condições ideais para o desenvolvimento da cepa.

Do Vale do Maule, especificamente do Vinhedo Lourdes, é proveniente o Marques de Casa Concha Malbec. Este vinhedo está localizado na área de Pencahue, entre a costa e a Cordilheira dos Andes, plantado sobre suaves colinas o que permite uma excelente exposição à luz solar. Estas condições climáticas e 18 meses de guarda, principalmente em fudres de 5.000 litros e em barris de carvalho francês, levam à obtenção de um vinho elegante, complexo e com múltiplas camadas de aromas. 

Marques de Casa Concha Malbec é um vinho de profunda cor vermelha com tonalidades violáceas, de taninos firmes e suaves e, ao mesmo tempo, frutado, denso e vibrante. Predominam notas de cereja ácida e ameixas pretas que se mesclam com especiarias doces e um delicado toque mineral. 

Este excepcional vinho acompanha muito bem carnes vermelhas, queijos e verduras. Harmonizará magnificamente com queijos sortidos para um aperitivo e, de prato principal, um filé ao forno acompanhado de batatas e verduras assadas

Beef_2
Ph: Miss Allie’s Kitchen

Do Vale de Colchagua, na zona de Marchigüe, está localizado o Vinhedo Palo Santo, e a partir de suas uvas se produz o vinho Gran Reserva Serie Riberas Malbec. Esta região possui um clima mediterrâneo com estação seca prolongada e temperaturas moderadas e o vinhedo se estende ao longo de encostas e terraços próximos à ribeira sul do rio Tinguiririca. Estas condições climáticas, além de 13 meses de guarda e 10% de Merlot, tornam este Malbec um vinho intenso, profundo, de taninos suaves e com aromas e sabores a frutas negras e ameixa. 

Gran Reserva Serie Riberas Malbec será ideal para acompanhar carnes vermelhas, carnes de caça, verduras, tipos de arroz variados e massas. Recomendamos a lasanha à bolonhesa. Sem dúvida será uma excelente opção.

lasaña

O Malbec, cuja safra 2018 é considerada uma “safra extraordinária”, é o Casillero Del Diablo Malbec. Este vinho possui meses de guarda em barris de carvalho e é proveniente de vinhedos do Vale Central do Chile, terroir reconhecido mundialmente pela extraordinária qualidade de seus vinhos. Além de suas qualidades de clima e solo, durante a temporada 2017-2018 se reuniram as condições perfeitas para alcançar a máxima expressão das uvas tintas e de seus vinhos. Casillero Del Diablo Malbec 2018 será ideal para harmonizar carnes vermelhas e de caça como, por exemplo, pato ensopado com purê. Não irá se arrepender.

pato (1)
Ph: Nestlé Cocina

Dizem que o Malbec cumpre as expectativas porque não é necessária experiência para bebê-lo. É um vinho de grande corpo e taninos amigáveis na hora de beber. Caso ainda não conheça os Malbec chilenos, resta apenas surpreender-se e provar estes vinhos Concha y Toro com suas comidas preferidas.

Banner_PT

Compartilhar

É maior de idade?

Sentimos muito,

Você não pode acessar o conteúdo do site se você não for maior de idade.