Os vinhos das celebridades

access_time 2019 · 04 · 05

Para elaborar nosso próprio vinho devemos estudar o processo e dedicar anos de esforço. Ter muita paciência, paixão e recursos! A outra alternativa é tornar-se uma celebridade. Hoje, muitas estrelas têm suas vinhas e não buscam mais fama, e sim um novo status e, sobretudo, contato com a terra.

Buscando uma Arcádia

Quando viajamos pelo mundo, podemos comer em muitos restaurantes e degustar diversos vinhos. Em algum momento nosso gosto se define. Fica claro para nós quais regiões e vinhos são nossos favoritos. Um famoso Englishman e sua senhora se apaixonaram por Toscana, Itália. Claro, é o oposto da tal Londres de dias cinzentos e húmidos. A 45 minutos de Florência, se encontra a vinha de Sting e sua esposa Trudie Styler.

O conceito de seus vinhos está associado a um estilo de vida saudável, vegetariano e salpicado com a filosofia do Oriente. De um antigo vinhedo em uma vila do século XVI, provêm seus vinhos biodinâmicos, com nomes tão musicais como suas próprias canções: “Sister Moon” ou “When We Dance”.

Vino y música
Os vinhos do Sting são inspirados por suas próprias músicas

Jon Bon Jovi, nascido e criado em New Jersey, provavelmente tem o amor pelo vinho em seus genes, devido a sua origem italiana. Entretanto, não, o roqueiro não escolheu o país de seus ancestrais, porém cometeu o sacrilégio de ir a França. Com seu filho Jessie, produzem um vinho rosado em Languidecia. É uma mescla de Grenache, Cinsault e Mourvèdre. Jon queria chamá-lo simplesmente “um suco rosado”, mas a voz de seu filho ecoou mais forte. Por fim, o vinho recebeu o nome de “Diving into Hampton Water”.

Ambos tinham muita vontade de fazer um vinho que abarcaria seu estilo de vida descontraído. Provaram vinhos rosados de todo o mundo antes de se estabelecerem no sul da França. Conheceram o enólogo francês Gérard Betrandt e imediatamente souberam que ele era o cara. “Descobrimos que compartilhávamos o amor pela família, a comida, os amigos, o bom vinho e a música de excelência”, disse Bon Jovi. “Elaborar este vinho com Gérard foi tão criativo como colaborar com outro compositor. Gérard usa seus talentos e conhecimento do vinho como um músico talentoso”, acrescentou.

Viñedo Francia
Bon Jovi escolheu o terroir da França para produzir seus vinhos

Fico com minhas raízes

A maioria dos famosos, entretanto, preferem optar por sua própria região. Lembram da série “Beverly Hills 90210” e do famoso Brandon, interpretado pelo ator canadense Jason Priestley? Pelo menos, os da minha geração se lembram. Bom, ele produz vinhos de seu estilo favorito – mesclas de Bordeaux– na Colúmbia Britânica. Um vinho tinto tão refrescante como seu personagem.

Andrea Pirlo, um dos melhores jogadores de futebol italiano da história – ao menos é minha opinião como “expert” em futebol – produz vinhos no povoado Coller de onde provém seu pai, onde comprou um vinhedo em 2007. Antonio Banderas, por outro lado, é dono de um vinhedo na região espanhola Ribera del Duero. Em uma entrevista para Wine Enthusiast, o ator disse: “fazer vinho é criar arte”.

Um verdadeiro veterano do cinema é também um entusiasta vitivinicultor. Estou me referindo ao ator neozelandês Sam Neill. Começou sua aventura em 1993 e hoje o ator está obcecado com a cepa Pinot Noir. Não somente é proprietário da vinha, como está absolutamente dedicado ao trabalho no vinhedo e na adega. Inclusive, tem ganhado muitos reconhecimentos por seus vinhos, provavelmente mais que em sua carreira como ator. “Queria produzir um bom Pinot Noir que, no mínimo, pudesse ser saboreado por minha família e meus amigos”, disse em uma entrevista.

E vocês? Se tivessem dinheiro sobrando, em que canto do mundo escolheriam para produzir seu próprio vinho? Qual estilo seria? De quais cepas? No meu caso, escolheria Chile. Minha terra natal Polônia é fria, fria demais para fazer os vinhos que gosto.

 

 

Compartilhar

É maior de idade?

Sentimos muito,

Você não pode acessar o conteúdo do site se você não for maior de idade.