Concha y Toro

Paola Peñafiel 18/06/2019

Lifestyle

Sopas Mexicanas: tradição e variedade de sabores, aromas e cores

Compartil

Dentro da gastronomia mexicana, as sopas são um prato de entrada fundamental, que nunca deveriam faltar em uma comida tradicional. Há tantas variedades de caldos como diversidade de ingredientes e a combinação de sabores simplesmente surpreende. Convidamos você a descobrir as sopas mais famosas e sua combinação perfeita com vinhos Concha y Toro.

De norte a sul e de leste a oeste, não há uma esquina do México que não tenha entre seus pratos típicos uma boa e saborosa sopa. As opções são muito variadas e refletem a estreita relação entre a cultura de cada lugar e sua gastronomia.

Para alguém como eu que vem de outro país, a ideia de uma sopa é simples. Porém se nos referimos a as sopas mexicanas, tudo muda e surpreende. Como em toda sua gastronomia, utiliza diversidade de ingredientes para dar esse sabor único e picante que a caracteriza. Não apenas em seu modo de preparo, como também uma sopa pode dar sabor, uma vez servida, a muitos outros ingredientes colocados na mesa como queijo, creme, abacate, omelete, verduras e um número sem fim de condimentos.

Post
Ph: Ella Olsson

Das muitíssimas opções, apresentaremos algumas das sopas mais representativas do México e sua combinação perfeita com vinhos Concha y Toro.

A Sopa asteca ou sopa de omelete é sem dúvida a mais popular em todo México. É a primeira que vem à mente quando falamos de sopas mexicanas e sem dúvida será a preferida de todos os amantes da gastronomia deste país. Os tomates são fritos com os chiles, o alho e a cebola; logo se acrescenta caldo e frango desfiado. Uma vez servida, acrescenta-se omelete frito cortado em tiras finas, além de creme ao chipotle, queijo fresco, torresmo e abacate em cubos. Sim, você entendeu bem, no Brasil nunca colocaríamos abacate em uma sopa, porém apenas prove-o para saber como é bem delicioso. Este prato pode acompanhar um vinho branco, ou se preferir um tinto, uma opção é Trio Merlot, uma montagem desta variedade junto com Carmenere e Syrah, com taninos suaves e acidez equilibrada.

Já mencionamos a importância histórica e cultural do milho na cozinha mexicana, e por isso, queremos destacar o creme de milho. Preparado com grãos de milho de diferentes tipos, alguns deles doces; são cozinhados, moídos e combinados com um molho branco a base de manteiga, leite e farinha. Porém, além disso este creme tem um elemento surpresa: como nem todos os grãos são moídos, ao desfrutar encontrarás grãos de milho frescos e crocantes. Uma vez servida na mesa, se pode condimentar com salsinha picada e alface fresco. Sem dúvida esta é uma das melhores versões de creme de milho que já provei; uma sopa suave e cremosa que acompanha muito bem com um Marques de Casa Concha Chardonnay.

Montaje_1200x800

Existem outras sopas que definitivamente são uma refeição por si só devido à variedade e contundência de seus ingredientes. A mais famosa e reconhecida internacionalmente é o Pozole, consumido por todo o ano, porém principalmente em setembro, durante as Fiestas Patrias. Como já falamos dela vamos apresentar outra que cai nesta mesma categoria: el caldo Tlalpeño, que também significa toda uma experiência, já que tem de tudo. Este caldo é preparado com frango, grão-de-bico, cebola, alho, chile chipotle, abobrinha, cenoura e feijão verde. Uma vez servido, é decorado e condimentado com abacate em cubinhos, limão, cebola e queijo. Esta sopa contundente, de grande sabor e diversidade de cores, pode ser combinada com Casillero del Diablo Reserva Privada Sauvignon Blanc.

Do maravilhoso e tropical estado de Yucatán vem outro dos pratos que queremos destacar: la sopa de lima. Não é apenas popular no seu lugar de origem como também em todo México, já que graças à lima e seus outros ingredientes é uma sopa leve, refrescante e aromática. Cozinha-se o frango junto com o limão, cebola, alho e água. Frita-se cebola roxa, tomates e pimentão vermelho, tudo cortado em cubinhos. Acrescenta-se o frango desfiado, o caldo, coentro, suco de limão, orégano e pimenta. Para esta sopa recomendamos Casillero del Diablo Viognier, já que é uma cepa aromática e de grande frescor.