Concha y Toro

Want 06/10/2015

Vinho e sopas

Compartil

Não importa em que época do ano estivermos, sempre é reconfortante degustar uma sopa gostosa. Seus diversos ingredientes, que vão desde verduras até mariscos ou carnes, proporcionam sabores e texturas únicas, permitindo uma variedade sem fim de pratos. Diante de todas estas possibilidades, o vinho aparece como um acompanhamento perfeito.

A seguir veremos algumas sopas com as recomendações feitas pela sommelier Kerstin Strandberg para acompanhá-las.

Sopa de cebola

Sopa cebollaEste prato é, sem dúvida, um clássico da cozinha francesa. Um saboroso caldo de carne ou vegetais onde a cebola cortada à julienne e caramelizada é o protagonista. Para coroar estes sabores, coloca-se sobre a sopa uma fatia de baguette com queijo gruyère, emmental ou parmesão ralado, e leva-se uns minutos ao forno até gratinar. A harmonização perfeita para a sopa de cebola é o vinho Marques de Casa Concha Chardonnay, que consegue acentuar a cremosidade deste prato.

Creme de tomate

Sopa de tomateEste prato simples pode ser feito utilizando-se tomates maduros, desidratados ou triturados. A mezcla destes tipos confere um sabor único, que combina muito bem com o aipo, a cebola, o coentro, o creme e o caldo de legumes, para obter um prato de textura perfeita. Também é possível obter-se uma versão mais estival ao acrescentar manjericão. O vinho Casillero del Diablo Merlot é um bom acompanhante para este prato devido ao seu frescor, à intensidade média e ao grau de acidez presente no tomate e no vinho.

Gazpacho

gazpachoElaborado também e principalmente à base de tomate, o gazpacho é uma sopa fria degustada principalmente no verão. Outros ingredientes que ele contém são azeite de oliva, vinagre e legumes como pepino, pimentão, cebola e alho, que o tornam um prato fresco, saboroso e que normalmente é servido como entrada. Para degustá-lo e realçar seus sabores, o Casillero del Diablo Shiraz Rosé é uma boa alternativa. “As notas doces deste vinho harmonizam perfeitamente com o gazpacho, especialmente com a presença de pimentão vermelho. É um vinho servido frio e que acompanha muito bem pratos leves como este”, explica a sommelier.

Clam Chowder

Clam chowderTípica dos Estados Unidos, é um creme à base de um caldo espesso e vôngoles. Existem diferentes versões de Clam Chowder, adotando diferentes ingredientes dentre os quais se destacam batata, cebola, aipo e, em alguns casos, toicinho. Para acompanhar este prato, a sommelier recomenda o vinho Terrunyo na versão Riesling, que harmoniza com mariscos devido à sua característica mineral, ao seu frescor e à sua delicadeza.