5 dicas para conservar seu vinho (após aberto)

access_time 2020 · 07 · 14

Você sabia que ao abrir uma garrafa de vinho se inicia uma corrida contra o relógio? Isto porque, em contato com o oxigênio, o vinho começa a perder seus sabores e aromas originais. Em média, um vinho recém-aberto se mantém bem conservado entre 3 e 5 dias. Mas seguindo as recomendações abaixo, ele conservará suas características por um período de tempo maior.

Se existe algo que você precisa saber é que o ar, além de melhor amigo, é também o arqui-inimigo do vinho. Nos primeiros minutos, quando você serve e agita o líquido na taça, o ar ajudará o vinho a se abrir e a expressar melhor seus componentes aromáticos. No entanto, após algumas horas, o ar desencadeará o processo químico de oxidação, causando mudanças que não podem ser detidas. A boa notícia é que você pode fazer com que estas alterações ocorram mais lentamente. Preste atenção às seguintes dicas:

 

  • Coloque a rolha de volta

Embora possa parecer óbvio, tampouco é a melhor solução para impedir a oxidação do vinho. Em todo caso, é melhor fechar a garrafa novamente do que deixá-la aberta. O ar transforma o vinho em vinagre e, portanto, o segredo é evitar ao máximo seu contato com o oxigênio. Se sua garrafa for fechada com rolha, uma dica é envolvê-la em papel parafinado, garantindo que a vedação seja ainda mais hermética. Por sua vez, é melhor deixar a garrafa em um lugar fresco e escuro do que em um lugar iluminado e quente.

post-1-9

 

  • Guarde a garrafa na geladeira (e em pé)

Sempre é melhor guardar a garrafa na geladeira. O frio ajuda a diminuir a velocidade de qualquer reação química (como a oxidação). E se a deixar em posição vertical, a superfície em contato com o ar será menor. Além disso, sempre é bom ressaltar que alguns vinhos tintos leves, como o Casillero del Diablo Pinot Noir, apresentam um sabor muito melhor quando servidos ligeiramente frios. 

post-2-12

 

  • Extraia o ar da garrafa

O uso de dispositivos que retiram o ar da garrafa é uma excelente alternativa para selar o vinho “à vácuo”. Vacu Vin é o nome da marca pioneira neste sistema de duas peças (uma bomba que extrai o ar e uma tampa de borracha reutilizável), reconhecido como o melhor do mercado e que promete conservar o vinho em boas condições por até duas semanas. Entretanto, existem evidências que sugerem que este dispositivo extrai apenas 70% do ar, de modo que o vinho poderia ser mantido por somente uma semana após aberto.

post-3-10
Ph: Amazon
  • Utilize um gás inerte

Este sistema é um pouco mais sofisticado, sendo normalmente usado em bares e restaurantes. Entretanto, também é uma alternativa que você pode levar para sua casa (é claro que menos econômica). É um sistema que adiciona um gás inerte (como o argônio) à garrafa. Este gás por ser mais denso que o oxigênio cria uma camada que expulsa o mesmo e protege o vinho. Coravin é a marca mais conhecida e consiste em um dispositivo que insere uma agulha fina na rolha da garrafa, extraindo o vinho sem necessidade de retirá-la e substituindo o espaço vazio pelo gás inerte. Um sistema espetacular que, sem dúvida, prolonga a vida útil de um vinho “aberto” em até três meses. Ou, pelo menos, é isso que a marca sugere.  

post-4-7
Ph: Decántalo
  • Tampas para espumantes

Os sistemas mencionados anteriormente, infelizmente, não funcionam para vinhos espumantes. A bomba de extração de ar, por exemplo, removeria as borbulhas do vinho, deixando-o desvanecido. Caso esteja pensando em beber uma taça de Casillero del Diablo Devil’s Collection Brut, e não a garrafa inteira, sua melhor opção é usar uma tampa para champanhe. Elas são muito econômicas e podem preservar as borbulhas de seu espumante por até 5 dias. Considere também manter seus espumantes em um lugar escuro. Eles podem ser muito mais sensíveis à luz do que os vinhos tranquilos e podem mudar tanto de cor quanto de sabor.

post-5-b

Compartilhar

É maior de idade?

Sentimos muito,

Você não pode acessar o conteúdo do site se você não for maior de idade.