Concha y Toro

Francisca Jara 15/02/2022

Tudo sobre vinho

O caráter do Syrah chileno

Compartil

Embora a história do Syrah seja relativamente nova no Chile, uma vez consolidada a meados dos anos 90, a verdade é que desde então não parou de crescer. O aumento das plantações e a quase extrema diversificação da variedade em diferentes regiões do país demonstram uma interessante evolução. Por quê? Porque a tipicidade do Syrah no território chileno surge em uma grande quantidade de estilos, o que torna difícil falar de um caráter em particular.

De acordo com a história, o Syrah não chegou ao Chile no século 19 junto com as demais variedades francesas trazidas da região de Bordeaux. Mas sim em 1984, quando apareceu no vale de Aconcágua graças a uma vinícola local. Já se passaram quase 40 anos desde então e, segundo o último cadastro do Serviço Agrícola e Pecuário (SAG), no Chile existem atualmente 7.399 hectares de Syrah, o que a transforma na oitava variedade mais plantada do país. Onde? Desde os vales costeiros de Casablanca e Leyda; nos vales semidesérticos do Limarí e do Elqui; nos cálidos vales de Colchagua, do Maipo e do Maule, até os vales da cordilheira central do Aconcágua, do Cachapoal e do Alto Maipo. Em decorrência desta diversidade de terroirs é que o Syrah evoluiu para estilos sub-regionais, ao mesmo tempo que os enólogos experimentaram com a vinificação, criando também vinhos con menos intervenção. O resultado é uma oferta extensa e de um potencial enorme.

De grãos firmes com potentes aromas de frutas negras, a uva Syrah entrega vinhos aromáticos, profundos e de intenso sabor. Ademais, seus taninos um tanto marcados são sinônimo de vinhos que envelhecem muito bem. São vinhos elegantes e que muitas vezes se destacam por suas notas condimentadas e de carne.

Hoje, no Dia Internacional do Syrah, vamos contar a você sobre os estilos desta versátil casta no Chile.

  • Syrah de clima costeiro

Embora Casablanca tenha sido o primeiro vale onde foi plantada além dos cálidos vales como Colchagua, hoje também podem ser encontrados rótulos provenientes do vale de Leyda e de San Antonio. Estes vinhos de climas mais frescos permitem que a uva madure lentamente e se destacam por suas notas florais, de carnes, de pimenta-do-reino e, às vezes, defumadas, enquanto em boca se sentem mais leves, menos alcoólicos e muito suculentos. São vinhos complexos.

 

  • Syrah semidesértico

Dos vales do Elqui e do Limarí, onde o clima é seco e quente durante o dia, mas com influência costeira fria à noite, outro estilo de Syrah aparece, com taninos elegantes, grande mineralidade e suculenta acidez. Apresentam aromas de frutas negras muito maduras, violetas, notas de carne e, às vezes, com toques de couro velho e grafite. Também são associados ao estilo dos Syrah da zona norte do Ródano, no sudeste da França.

 

  • Syrah da cordilheira central

Nesta região do Chile, onde predominam as variedades bordalesas, os vinhos se destacam pela mistura de fruta negra e vermelha madura, uma distintiva nota animal, corpo mais leve que potente, taninos presentes e uma concentração ideal para a guarda em madeira. Este é o caso do Gravas del Maipo Syrah 2018 e do Marques de Casa Concha Syrah 2018, ambos com D.O. Buin, do vale do Maipo.

O primeiro é denso, de grande profundidade e boa trama de taninos; o segundo, maduro, denso e com uma delicada nota de alcatrão. Imperdíveis.

 

  • Syrah de clima cálido

Em áreas de clima muito quente e ensolarado, como o vale de Colchagua ou o vale do Maule, o Syrah se mostra vigoroso, com notas de fruta negra madura, taninos doces e notas condimentadas. Da zona de Villa Alegre, no Maule, é proveniente o Cellar Edition Syrah 2019. Uma mescla de 90% de Syrah e 10% de Cabernet Sauvignon, intenso no nariz, com caráter frutado, notas de frutas negras e silvestres, além de especiarias doces. Já em boca é sutil, estruturado e elegante. Com um grande potencial de guarda, este Syrah poderia ser bebido facilmente até 2028.

Vinhos Relacionados

20
19

Syrah / Shiraz
Ver mais

20
19

Syrah / Shiraz
Ver mais